#3 DYC: 8 medos

24 de junho de 2016

| | 2 comentários:

Tive que pensar bastante nisso... não sei se tenho medo de algo, não exatamente. não tenho medo do escuro, de fantasmas ou de perder pessoas. talvez esse último eu até tenha... mas eu nem sei realmente como me sinto com relação à isso. aflição. sinto aflição. medo? não. então todos os meus 8 medos ficarão em branco.

23 de junho de 2016

| | Nenhum comentário:

é um dia quase normal, mas tenho a impressão de ter te esquecido, numa dessas quintas, sozinha, lembrando dos dias em que a insônia se fazia moradia entre nós, e as madrugadas eram pequenas, com alguns cigarros. era só mais um dia. um dia quase normal

22 de junho de 2016

| | 4 comentários:
Tentei escrever aquilo que sentia, não consegui. Rasguei uma, duas, sete folhas, era como se fosse um bloqueio, que me impedia de passar para o papel aquilo que estava sentindo. É uma sensação ruim e difícil de se lidar. Coloquei minha música favorita, assisti filmes de romance, e mesmo assim, não adiantou. Reli nossas conversas, senti o restinho do teu cheiro contido no seu antigo travesseiro, mas tudo isto foi em vão. Era um bloqueio de sentimentos, que me consumia de dentro pra fora.

dead butterfly

21 de junho de 2016

| | Nenhum comentário:


Eu não tive ninguém por muito tempo. Nunca conheci ninguém tão corajoso que teve a audácia de se arriscar e ficar do meu lado por um longo período. Já cheguei a pensar que o problema era propriamente comigo, que às vezes não consigo lidar muito bem com as coisas boas que disponho. Tenho mania de colocar na cabeça que se eu parar de demonstrar tanto valor para as pessoas ou parar de correr atrás delas, as coisas se resolvem. Mas ninguém sabe que isso é apenas o meu jeito interno de proteção. E não me protejo porque quero. Apenas não aprendi a deixar a guarda baixa. Eu sou uma pessoa com uma incrível facilidade de amar e exatamente por isso que me reprimo tanto. Tenho medo de me encantar novamente por alguém que simplesmente deixe a magia acabar meia-noite. Que não luta, não se esforça e permanece neutro vendo tudo se acabar rapidamente. Na mesma velocidade que começou. Mas queria que com você fosse diferente. Realmente queria. E se você me perguntar porque eu sou assim, eu respondo que por muito tempo dependi demais das pessoas e acabei sempre assistindo o mesmo cenário: Todas indo embora.

#2 DYC: 9 amores

| | Nenhum comentário:

  • gatos 
  • fotografias 
  • cores pastéis 
  • coisas fofas 
  • livros 
  • música 
  • o obscuro 
  • mexer em html 
  • o lugar em que tenho tudo e posso ser eu mesma: sonhos (ou pesadelos)

#4 Trivialidades;

20 de junho de 2016

| | Nenhum comentário:




irritada, exausta, sem saco. sem saco pra ler, pra ouvir música ou assistir séries. estou fazendo essa postagem meio que derretendo de tédio e ódio de mim mesma. ultimamente só tenho pensado em comer e emagrecer. comer, vomitar, tomar laxantes, ficar 72 horas sem comer e depois comer o suficiente pra semana inteira têm sido minha rotina, e no final de tudo isso eu perdi só um quilo... eu sou uma piada (de mal gosto). no momento não estou me preocupando com nada, das notas que já lançaram (4/7) eu passei em todas... por enquanto. ao que parece minhas aulas só voltam em agosto, e essa é a data que quero estar mais magra... eu não aguento mais meu corpo, estou tão paranóica com emagrecer mas só penso em comida o dia todo… argh

tumblr

15 de junho de 2016

| | Nenhum comentário:
Você caminhou por meio de minhas sombras, pela tinta da minha alma, pelas páginas dos meus olhos acreditando em uma luz que jurava ter visto. você escutou o vento soprar nas janelas do meu ser, atravessando todos os muros que construí, e ainda assim... você se foi, como todas as pétalas de minha flor de inverno.

you are dead.

| | Nenhum comentário:
Morte nem é uma grande coisa assim. você apenas vai para uma outra sala, eu sou eu e você é você. o que quer que sejamos um do outro, isso foi o que ficou.

Movies Challenge

13 de junho de 2016

| | Nenhum comentário:
Horror challenge The 31 day horror movie challenge specifically designed for October, but clearly appropriate any time of the year!


  • Day 1: Your favorite horror movie
  • Day 2: Your favorite classic horror movie
  • Day 3: A movie by your favorite horror director
  • Day 4: Your favorite black and white horror movie
  • Day 5: Your favorite horror movie based on a Stephen King novel
  • Day 6: A horror movie starring your favorite actor
  • Day 7: Your favorite Tim Burton movie
  • Day 8: Your favorite Oscar winning horror movie
  • Day 9: Your favorite horror movie from the year you were born
  • Day 10: Your favorite horror movie from the 60s
  • Day 11: Your favorite horror movie from the 70s
  • Day 12: Your favorite horror movie from the 80s
  • Day 13: Your favorite horror movie from the 90s
  • Day 14: Your favorite horror movie from the 00s
  • Day 15: Your favorite gore flick
  • Day 16: The first horror movie you ever saw
  • Day 17: Your favorite underrated horror movie
  • Day 18: Your favorite horror movie based on true events
  • Day 19: Your favorite classic horror remake
  • Day 20: A horror movie you’ve watched at least 10 times
  • Day 21: Your favorite horror comedy
  • Day 22: Your favorite slasher
  • Day 23: A movie that changed your opinion of horror
  • Day 24: The last horror movie you saw at the cinema
  • Day 25: Your favorite horror themed documentary
  • Day 26: Your favorite animated horror movie
  • Day 27: A horror movie you can relate to
  • Day 28: The horror movie that scares you the most
  • Day 29: Your favorite psychological thriller
  • Day 30: Your favorite zombie movie
  • Day 31: Your favorite movie from the Halloween franchise



Netflix Movies Challenge






90s Teen Film Challenge.

  • 6 Teen Comedies
  • 6 Dark Teen Comedies
  • 6 Teen Horror/Supernatural Films
  • 6 Teen Dramas



Romantic Comedies Challenge.


  • Roman Holiday
  • Breakfast at Tiffany’s
  • The Seven Year Itch
  • The Apartment
  • Mannequin
  • Pretty In Pink
  • Sixteen Candles
  • Say Anything…
  • When Harry Met Sally
  • Annie Hall
  • You’ve Got Mail
  • Sleepless In Seattle
  • Notting Hill
  • Pretty Woman
  • The Wedding Singer
  • The Runaway Bride
  • Four Weddings and a Funeral
  • My Big Fat Greek Wedding
  • Bridget Jones’s Diary
  • About A Boy
  • Amelie
  • Clueless
  • 10 Things I Hate About You
  • My Bestfriend’s Wedding
  • Jerry Maguire
  • Something’s Gotta Give
  • 50 First Dates
  • Sweet Home Alabama
  • My Sassy Girl
  • Serendipity
  • Just Like Heaven
  • Waitress
  • Mr. Deeds
  • How To Lose a Guy in 10 Days
  • Love Actually
  • 27 Dresses
  • The Proposal
  • Hitch
  • Knocked Up
  • Made of Honor
  • Ghosts Of Girlfriends’ Past
  • (500) Days of Summer
  • Leap Year
  • The Ugly Truth
  • Beautiful Lies
  • Life As We Know It
  • No Strings Attached
  • Friends With Benefits
  • This Means War
  • Silver Linings Playbook

Será que vale a pena?

| | Nenhum comentário:
Estou aqui, 5:40 da manhã, acordada. sofrendo efeito de laxantes. quero chegar ao meu objetivo, baixo demais. Será que vale a pena? Já fiz isso muitas vezes, mas sempre voltava, provando a fraca que eu sou, uma sanfona tocando um forró triste. Prometi a mim mesma que seria a última. Seria a última porque, se não funcionasse desta vez eu acabaria com tudo. Estou tentando fazer funcionar. Amanhã começarei um cronograma. E na próxima segunda, e na próxima. e na próxima. e na próxima até o final da vida. será que vale a pena? . Tenho até 01 de agosto pra me tornar alguém que eu amaria.

sem título

2 de junho de 2016

| | Um comentário:
Eu cheguei a conclusão que onde quer que minha alma gêmea esteja (se é que existe essa coisa de alma gêmea), ele é introvertido, fechado e gosta de ficar em casa o dia todo, trancado no quarto comendo pizza, vendo séries, animes, lendo um livro ou jogando meu jogo favorito. o d i a t o d o . mas então... eu noto que eu descrevi a mim mesma e eu sou muito introvertida e fechada para sair de casa então. . .
sou minha própria alma gêmea ou nunca irei encontrar essa pessoa porque está provavelmente comendo outrx nesse momento.

aquela moça.

1 de junho de 2016

| | Nenhum comentário:
aquela moça nerd, que sempre senta na frente. aquela que sempre usa o uniforme preto. aquela que está sempre de fones de ouvido. aquela que sempre está com um corte de cabelo diferente a cada semana, mas a gente nunca percebe a não ser que ela diga, né?

aquela que sempre tem uma resposta perfeita para mandar ao professor quando ele faz aquela pergunta difícil, mas ela hesita, porque tem medo dos olhares. aquela que está sempre com a coleirinha, que parece sufocar. aquela que usa um casaquinho de lã, mas ele têm as mangas curtas e provavelmente nunca esquenta. aquela que... ela não estava com o cabelo vermelho?

aquela que está sempre do lado da mais maravilhosíssima-bem-humorada-e-super-popular garota da sala, mas ela só é um plano de fundo mesmo, ninguém liga para a amiga gorda. ela fica no fundo enquanto as pessoas falam com a maravilhosíssima. aquela que está a todo tempo flutuando em pensamentos, então faz aquela encurvatura do queixo, como se fosse chorar a qualquer segundo.
aquela que é sempre interrompida. ignorada. falada por cima. passada batido. não está realmente ali, mas ao mesmo tempo está. prefere ler um livro de romance bobo a chorar na frente de todos. aquela que queria um abracinho.
aquela que a gente não lembra o nome, mas sempre tá ali. aquela que não tem muita importância mesmo, esquecível. ela poderia desaparecer a qualquer segundo, aquela moça.